Mês: Janeiro 2017

Mudar a fralda aos queijos

São cada vez menos os pastores que ainda fazem e vendem queijos de ovelha e de cabra. Etelvina Reis e Augusto Ribeiro tratam os seus como se fossem filhos a precisar de mimos diários. Uma história de trabalho partilhado. “Eu também vou com elas para Campo Romão, ali depois da antiga Pousada”, alerta Etelvina Reis. Elas são as 25 cabras e as 100 ovelhas, normalmente, guiadas pelo seu marido, Augusto Santos Ribeiro. No dia-a-dia as mãos de Etelvina estão mais ocupadas com a transformação do leite em queijo, mas isso não a impede de pastorear, se necessário. Também ela conhece as manhas dos animais. “O leite é mais fraco no tempo quente. Elas correm muito para as giestas e empinam-se para apanharem a flor. Parecem loucas por aquilo. Até fui provar as flores para compreender o gosto e são amargas”, diz com um sorriso largo, enquanto torce o nariz. “Para elas é como se fossem rebuçados de mentol, é o que eu digo!” Olha para a janela e aponta uma intersecção no caminho que vai …